01/10/2012

Bendita Distância


Querido diário ... é engraçado o jeito que eu começo a pensar nele. Como vai ser o dia da gente se encontrar, o que vou fazer, como eu vou reagir. Será que ele vai me achar bonita? Será que vou tá bem apresentável? Será que vou achar ele naquela multidão? Eu não queria amar a distância, mais parece que as pessoas per(feitas) pra mim moram no "outro lado do mundo". Mais não importa, por você eu vou até o Japão lhe conhecer, vou atravessar os 7 mares, conhecer vários lugares por você, vou até o Jardim da Babilônia pra te dar a mais bela flor. Eu faço tudo, tudo, mais é tudo mesmo por você. Porque eu te amo, e não tenho vergonha de falar isso, você apareceu na minha vida como uma pessoa normal, e a partir do momento que eu lhe beijei eu senti algo forte e verdadeiro por você. Eu não quero mais ter essa distância entre nós, eu quero caminhar de mãos dadas com você, quero te acordar de manhãzinha com um beijo e logo em seguida dizer: amor, eu te amo, o café tá na mesa e nossos filhos estão nos esperando lá. Eu quero fazer isso tudo, com você. Só com você, você me fez acreditar que alguém pode amar a distância, pode ser feliz mesmo que a distância atrapalhe. Mais essa bendita distância que há entre nós, não haverá mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário