01/10/2012

Aquele Momento


Vamos relembrar agora daquele momento que nós se conhecemos? Pois é, eu me lembro como se fosse ontem. Eu estava sentada com as minhas amigas, ai elas combinaram de ir comprar um sorvete, bem elas me chamaram, mais eu preferi ficar sentada ali. Eu estava com a alto estima para baixo, pensando na vida, pensando como ia ser minha vida depois que eu me separei. Eu sentia que ainda gostava dele, mais depois que eu conheci ele percebi que realmente mudou. Deve estar se perguntando: que ele? Então vamos lá... as minhas amigas foram comprar sorvete, e fiquei sentada lá, quando de repente troquei olhares com um garoto moreno, olhos claros, lindo ele. Ele foi andando em direção ao banco que eu estava sentada. Ele falo: oi, tudo bem? Como é seu nome? Olhei ele chegando, me levantei, estendi a mão e em seguida falei: oi, é .. digamos que eu tô bem, meu nome é "Felipa" e o seu? Ele segurou a minha mão , balançou e disse: meu nome é Eduardo. E logo em seguida nós sorrimos juntos, sentamos naquele banco, e conversamos mais e mais, a cada palavra que ele dizia, a cada momento que ele falava da vida dele, como ele era eu me fascinava mais. Minhas amigas viram que eu estava sentada sozinha no banco com ele, e foram embora pra casa. E quem estava mais naquela praça? Só eu e ele, uma praça linda, bela, cheia de histórias para serem contadas.. Mais enfim .. conhecemos demais , gostei dele e assim que deu o horário de irmos embora ele pergunta: posso te deixar em casa? Eu super hiper mega tímida respondi: claro. Ele estendeu a mão e falo, então vamos. Segurei a mão dele e fomos embora de mãos dadas. A medida que íamos para casa, íamos conversando mais e mais. Assim que chegamos, nos abraçamos e falei: que tal essa rotina todo dia? um dia eu vou te deixar e outro você vem me deixar. Gostei da sua companhia. Ele assentiu e logo em seguida me deu um selinho. E logo depois falou: até amanhã princesa. E assim é a nossa rotina, e hoje ele me faz muito feliz sendo o meu Namorado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário